Inteligência Emocional Daniel Goleman: Os 5 elementos-chave

Daniel Goleman é um psicólogo conhecido internacionalmente. Ele faz palestra para profissionais de negócios e também universitários. Como jornalista de ciência, Goleman relatou sobre o cérebro e as ciências comportamentais para o The New York Times por muitos anos. 

daniel goldeman

Seu livro de 1995, Inteligência Emocional , estava na lista de bestsellers do The New York Times por um ano e meio, com mais de 5.000.000 de cópias impressas em 40 idiomas, e tem sido um best seller em muitos países. Além de seus livros sobre inteligência emocional, Goleman escreveu livros sobre temas como auto-engano, criatividade, transparência, meditação, aprendizado social e emocional, eco-alfabetização e a crise ecológica.

Segundo Daniel Goleman, existem cinco elementos-chave:

  1. Autoconsciência
  2. Auto-regulação.
  3. Motivação.
  4. Empatia.
  5. Habilidades sociais.

Quanto mais você, como líder, gerencia cada uma dessas áreas, maior sua inteligência emocional. Então, vamos analisar cada elemento com mais detalhes e examinar como você pode crescer como líder.

1. Autoconsciência

Se você é autoconsciente, você sempre sabe como se sente e sabe como suas emoções e suas ações podem afetar as pessoas ao seu redor. Ser autoconsciente quando você está em uma posição de liderança também significa ter uma imagem clara de seus pontos fortes e fracos. E isso significa se comportar com humildade.

Então, o que você pode fazer para melhorar sua autoconsciência?

  • Mantenha um diário – os periódicos ajudam você a melhorar sua autoconsciência. Se você gastar apenas alguns minutos por dia anotando seus pensamentos, isso pode levá-lo a um grau mais elevado de autoconsciência.
  • Desacelere – Quando você sentir raiva ou outras emoções fortes, diminua a velocidade para examinar o motivo. Lembre-se, não importa qual seja a situação, você pode sempre escolher como você reage a ela. (Nosso artigo sobre como gerenciar suas emoções no trabalho irá ajudá-lo a entender o que suas emoções estão lhe dizendo.)

2. Auto-regulação

Os líderes que se regulam efetivamente raramente atacam verbalmente os outros, tomam decisões precipitadas ou emocionais, estereotipam as pessoas ou comprometem seus valores. A auto-regulação é tudo sobre manter o controle.

Esse elemento de inteligência emocional, de acordo com Goleman, também cobre a flexibilidade e o compromisso de um líder com a responsabilidade pessoal.

Então, como você pode melhorar sua capacidade de se auto-regular?

  • Conheça seus valores – Você tem uma ideia clara o que você absolutamente não comprometerá? Você sabe quais valores são mais importantes para você? Passe algum tempo examinando seu “código de ética”. Se você sabe o que é mais importante para você, provavelmente não terá que pensar duas vezes quando enfrentar uma decisão moral ou ética – você fará a escolha certa.
  • Mantenha-se responsável – Se você tender a culpar os outros quando algo der errado, pare. Assuma o compromisso de admitir seus erros e enfrentar as consequências, sejam quais forem. Você provavelmente dormirá melhor à noite e ganhará rapidamente o respeito das pessoas ao seu redor.
  • Pratique estar calmo – A próxima vez que você estiver em uma situação desafiadora, esteja muito consciente de como você age. Você alivia seu estresse gritando com outra pessoa? Pratique exercícios de respiração profunda para se acalmar. Além disso, tente anotar todas as coisas negativas que você quer dizer e, em seguida, rasgue-as e jogue-as fora. Expressar essas emoções no papel (e não mostrá-las a ninguém!) é melhor do que falar em voz alta para sua equipe. Além do mais, isso ajuda você a desafiar suas reações para garantir que sejam justas!

3. Motivação

Líderes auto-motivados trabalham consistentemente em direção aos seus objetivos e têm padrões extremamente altos para a qualidade de seu trabalho.

Como você pode melhorar sua motivação?

  • Re-examine por que você está fazendo o seu trabalho – É fácil esquecer o que você realmente ama em sua carreira. Então, tire um tempo para lembrar porque você queria esse trabalho. Se você está infeliz em seu papel e está se esforçando para lembrar porque queria, experimente a técnica dos “5 por quês” para encontrar a raiz do problema. Começar pela raiz geralmente ajuda você a analisar sua situação de uma nova maneira. E certifique-se de que suas declarações de metas sejam novas e energizantes.
  • Saiba onde você está – Determine o quanto você está motivado para liderar. Entenda o seu momento e o que você precisa fazer para se motivar novamente. Seja reequilibrar sua vida profissional e pessoal ou então mudar sua rotina no trabalho. Se você precisa aumentar sua motivação para liderar, analisar seu momento direciona você para buscar os recursos que podem te ajudar.
  • Seja esperançoso e encontre algo de bom – Líderes motivados geralmente são otimistas, não importa quais problemas eles enfrentam. Adotar essa mentalidade pode exigir prática, mas vale a pena o esforço. Toda vez que você enfrenta um desafio, ou até mesmo um fracasso, tente encontrar pelo menos uma coisa boa sobre a situação. Pode ser algo pequeno, como um novo contato, ou algo com efeitos a longo prazo, como uma importante lição aprendida. Mas quase sempre há algo positivo, se você procurar por ele.

4. Empatia

Para os líderes, ter empatia é fundamental para gerenciar uma equipe ou organização de sucesso. Líderes com empatia têm a capacidade de se colocar na situação de outra pessoa. Eles ajudam a desenvolver as pessoas em sua equipe, desafiam outras pessoas que estão agindo de forma injusta, dão feedback construtivo e ouvem aqueles que precisam.

Se você quer ganhar o respeito e a lealdade de sua equipe, mostre a eles que se importa em ser empático.

Como você pode melhorar sua empatia?

  • Coloque-se na posição de outra pessoa – é fácil apoiar seu próprio ponto de vista. Afinal, é seu! Mas reserve um tempo para olhar as situações da perspectiva de outras pessoas. Veja nosso artigo sobre as posições perceptivas para uma técnica útil para fazer isso.
  • Preste atenção à linguagem corporal – Talvez quando você ouça alguém, cruze os braços, mova os pés para frente e para trás ou morda o lábio. Esta linguagem corporal diz aos outros como você realmente se sente sobre uma situação, e a mensagem que você está dando não é positiva! Aprender a ler a linguagem corporal pode ser um verdadeiro trunfo em um papel de liderança, porque você será mais capaz de determinar como alguém realmente se sente. Isso lhe dá a oportunidade de responder adequadamente.
  • Responda aos sentimentos – Você pede ao seu assistente que trabalhe até tarde – novamente. E embora ele concorde, você pode ouvir a decepção em sua voz. Então, responda endereçando seus sentimentos. Diga a ele que você aprecia o quanto ele está disposto a trabalhar horas extras, e que você está tão frustrado em trabalhar até tarde. Se possível, descubra uma maneira de as futuras noites serem menos problemáticas (por exemplo, liberar as manhãs de segunda-feira de folga).

5. Habilidades Sociais

Líderes que se saem bem no elemento de habilidades sociais da inteligência emocional são ótimos comunicadores. Eles são tão abertos a ouvir notícias ruins quanto boas notícias, e são especialistas em conseguir que sua equipe os apoie e se empolgue com uma nova missão ou projeto.

Líderes que têm boas habilidades sociais também são bons em administrar mudanças e resolver conflitos diplomaticamente. Eles raramente ficam satisfeitos em deixar as coisas como estão, mas não se acomodam e fazem todo mundo fazer o trabalho: elas dão um exemplo com seu próprio comportamento.

Então, como você pode construir habilidades sociais?

  • Aprenda a resolução de conflitos – Os líderes devem saber como resolver conflitos entre os membros de sua equipe, clientes ou fornecedores. Aprendendo a resolução de conflitos habilidades é vital se você quiser ter sucesso.
  • Melhore suas habilidades de comunicação – Você se comunica bem? Nosso teste de comunicação irá ajudá-lo a responder a esta pergunta e fornecerá um feedback útil sobre o que você pode fazer para melhorar.
  • Aprenda a elogiar os outros – Como líder, você pode inspirar a lealdade de sua equipe simplesmente celebrando e os enaltecendo quando os objetivos ou metas são atingidos. Aprender a elogiar os outros é uma arte, mas vale a pena o esforço.

Conteúdos Relacionados

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui

Últimos conteúdos

A nova era da Gestão Ágil

Virou moda: as empresas mais moderninhas estão criando áreas internas chamadas de “descompressão”, que são áreas decoradas especialmente para descontrair seus funcionários. Eles colocam...

Lifelong Learning: O segredo para você se manter no mercado

Lifelong Learning significa aprendizagem contínua e diante das mudanças que estamos vivendo é um conceito fundamental para quem quer ser e continuar sendo relevante...

O que é feedback? Qual sua importância e os principais tipos?

Feedback é uma palavra de origem inglesa que significa dar resposta a algo ou alguém. Também pode significar a própria resposta ou reação, por...

Categorias